Instituto Casa Viva
Uma organização sem fins lucrativos, que desenvolve projetos para cerca de 500 famílias da comunidade Vila João Lopes e adjacências do Jd. Sulacap, Rio de Janeiro.
casa, viva, casa viva, ong, sulacap, neil barreto, betania, betânia, ibb, igreja betânia, igreja batista betânia, esporte, cultura, dança, teatro, cursos, capacitação, capacitacao, curso, curso de capacitação
16729
home,page-template,page-template-full_width,page-template-full_width-php,page,page-id-16729,ajax_leftright,page_not_loaded,,qode-title-hidden,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12.1,vc_responsive

Sobre

O INSTITUTO

Há 8 anos, o Instituto Casa Viva busca incessantemente a promoção da dignidade de famílias socialmente vulneráveis da comunidade Vila João Lopes, em Sulacap, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Situado em uma área de 1.100m², o Instituto atende de forma integral cerca de 300 famílias, sendo ao todo 500 beneficiários, desde a gestante até o idoso, e oferece a oportunidade de transformação social por meio da educação, esporte, arte e cultura, qualificação profissional, empreendedorismo, além de grupos de apoio a moradores em situação de rua e dependentes químicos.

 

Iniciativa da Betânia Igreja Batista , o Instituto Casa Viva possui, de modo complementar, um conjunto de projetos que perseguem o mesmo objetivo: promover atividades socioeducativas que proporcionem a dignidade, a valorização e o fortalecimento familiar do público beneficiário, tornando-os agentes transformadores da sociedade.

Conheça

Todos os meses, o Instituto Casa Viva recebe inúmeras solicitações de candidatos a voluntários e de visitas à organização.

Preencha o formulário abaixo e aguarde o nosso contato para a próxima reunião. Bem Vindo Ao Casa Viva!

NOME
DATA DE NASCIMENTO
E-MAIL
TELEFONE FIXO
WHATSAPP

Projetos

Um pouquinho de nossas atividades

PRIMEIRA INFÂNCIA
Atende crianças de 0 a 6 anos, além de gestantes. Estimula os aspectos cognitivos, físicos, a arte e cultura como ferramenta educacional.

ATIVAIDADE
Atende crianças e adolescentes de 7 a 14 anos. Promove atividades de educação, esporte, arte e cultura, impactando na formação de valores, no processo criativo e a liberdade de expressão, além da construção de conhecimentos técnicos.

SER JOVEM
Atende adolescentes e jovens de 15 a 21 anos. Promove atividades empreendedoras que desenvolvam a autoestima e consciência crítica, ampliando a visão de mundo e estimulando a inserção profissional.

CAPACITAR
Atende jovens e adultos de 22 a 59 anos. Incentiva o empreendedorismo, gerando autonomia e consciência crítica, por meio de atividades voltadas ao mundo do trabalho, visando a inserção profissional do público beneficiário.

REMIR
Atende idosos acima de 60 anos. Desenvolvendo atividades que visam a melhoria da qualidade de vida, autoestima e a promoção da cidadania.

ESPAÇO ESPERANÇA
Atende dependentes químicos, usuários de drogas em geral, de 18 a 59 anos e 11 meses, tais como codependentes (familiares) da Zona Oeste do Rio de Janeiro. Colabora na recuperação de dependentes químicos, tais como usuários de drogas em geral e codependentes.

PÃO E ALGO MAIS
Atende moradores em situação de rua, de 18 a 59 anos e 11 meses, da Zona Oeste do Rio de Janeiro. Promove um ponto de apoio para o público beneficiário, oportunizando acesso ao esporte e a cultura.

Parceiros

Sempre presentes em nossas necessidades.

Parceiro Master

Fale Conosco

Temos uma equipe preparada para lhe auxiliar.

NOME
E-MAIL
TELEFONE FIXO
WHATSAPP
EM QUE PODEMOS LHE AJUDAR?

Campanha Primeira Infância

Participe e convide seus amigos

O projeto Primeira Infância tem como objetivo o desenvolvimento da criança desde sua gestação até os seis anos de idade.  Sendo assim foram elaborados três espaços que atendem de forma individual cada faixa etária. São eles:

 

– Espaço Gestante: Visa garantir uma gestação segura para gestante e o bebe, orientando futuras mamães a realizar o pré-natal e adotar um estilo de vida mais saudável, proporcionando seu bem-estar. As gestantes participam de rodas de conversa, atividades práticas de alimentação saudável, caminhadas, alongamentos, relaxamento, entre outras.

 

– Espaço Mãe Baby:  Visa fortalecer o vínculo materno entre a mamãe e o bebê suprindo suas necessidades fisiológicas e emocionais. As mamães e seus bebês participam de atividades coletivas, como dança materna, massagem relaxante, sensibilização musical, exercícios funcionais com o bebê, caminhadas e atividades ao ar livre, além de roda de conversa e troca com as gestantes.

 

– Espaço Criança: Visa desenvolver algumas capacidades, como: ampliar relações sociais na interação com outras crianças e adultos, conhecer seu próprio corpo, brincar e se expressar das mais variadas formas, utilizar diferentes linguagens para se comunicar. Seguiremos aqui os referenciais da educação infantil, onde devem ser trabalhados eixos importantes para as crianças como: Movimento, Música, Artes Visuais, Linguagem Oral e Escrita, Natureza e Sociedade e Matemática. Neste Espaço iremos estimular as diferentes áreas de desenvolvimento da criança, aguçar sua curiosidade, sendo que, para isso, é imprescindível que a criança esteja feliz.

Por que investir na Primeira Infância?

 

– Porque crianças que têm atenção à saúde na Primeira Infância tornam-se cidadãos com menor propensão ao envolvimento com tabagismo, alcoolismo, criminalidade e violência.

 

– Porque é nessa fase que se forma a base de aprendizado da criança, porém se estiverem expostas a fatores como subnutrição, pobreza e violência não atingem seu potencial cognitivo.

 

– Porque crianças pouco desenvolvidas nessa fase tornam-se, com maior probabilidade, adultos com menos recursos financeiros, produzindo o fenômeno conhecido como ciclo intergeracional da pobreza.

 

– Porque crianças que participam de projetos de qualidade têm mais chances de apresentar melhor desenvolvimento acadêmico, repetir e evadir MENOS da escola.

 

– Porque investir nesta fase é uma atitude inteligente do ponto de vista econômico, pois o prejuízo causado para os cofres públicos para contornar problemas como baixa escolaridade, falta de segurança e mortalidade infantil seria incomparavelmente menor se os recursos fossem destinados para estimular o bom desenvolvimento das crianças na primeira infância.

O projeto Primeira infância pretende atender 230 beneficiários.

Entendemos que: “Se mudarmos o começo, mudamos a história toda.”

VER MAPA